O que a escola não te contou: Odisseia de Homero

Certa vez, o Prof. Olavo de Carvalho escreveu:

Quando, convidado a listar os “livros que mudaram a sua vida”, o sujeito responde com clássicos do porte de Dante, Homero e Shakespeare, ele pode impressionar uma platéia que ignore até mesmo essas autores, mas dá, com isso, a mais decisiva prova de incultura que se poderia exigir.

Clássicos antigos, medievais e renascentistas existem para FORMAR a mente enquanto é jovem, não para “mudá-la” depois de adulta.

Mudança é encontro com algo novo, inédito, inesperado.

O homem que aos quarenta ou cinquenta anos é “mudado” por um livro que teria a obrigação de haver lido aos quinze ou vinte só prova que não teve formação nenhuma.

É como alguém que, no ano de 2017, descobre que Hitler invadiu a França.


A decadência da formação escolar brasileira é exposta nos resultados dos exames internacionais, ainda que esses exames não tenham grande importância para gente séria. De qualquer modo, não podemos nos deixar sufocar pelo lodo de nossa "formação". É preciso superar essa ausência de conhecimento. Nunca é tarde para começar.

Quer ler mais?

Inscreva-se em www.tltv.com.br para continuar lendo esse post exclusivo.

Assine Agora