Noblat chama o Ministro Nunes Marques de agente infiltrado

Noticiamos do exílio exatamente por não podermos fazer o trabalho jornalístico em solo brasileiro. A empresa Terça Livre TV e o jornalista Allan dos Santos são alvos de uma investigação inconstitucional e absurda por provar que os ministros do STF sabiam da existência de maletas de escutas telefônicas que atentam contra a soberania nacional. Jamais avisaram ao Poder Executivo a existência dessa atividade criminosa.


Já os jornalistas que operam como verdadeiros agentes revolucionários possuem carta branca para chamar um ministro da Suprema Corte do jeito que bem entender. Noblat não fugiu da regra e disse que Nunes Marques é um AGENTE INFILTRADO do que ele entende por bolsonarismo. Insinua assim que o ministro da mais alta Corte do país opera como ferramenta de desestabilização política ao..., pasme, cumprir o que diz a Constituição Federal. Não há, em toda a imprensa brasileira, uma crítica às decisões em si, ou seja, ao mérito do que fora decidido por Nunes Marques. A única crítica existente é acerca DELE enquanto sujeito da ação no poder judiciário.


Noblat pode permanecer tranquilo com suas contas nas redes sociais sem qualquer receio de ser censurado, tampouco teme o órgão, pois Nunes Marques ainda não fez como Moraes.