Allan Dos Santos é invejado por quem chama terrorista de exilado

Antes de ser deportado para ser penalizado por seus crimes, Cesare Battisti era defendido por Barroso e chamado pela imprensa brasileira de exilado. A extradição do terrorista assassino responsável pela morte brutal de Pierluigi Torregiani no dia 16 de fevereiro de 1979 em nome dos Proletários Armados pelo Comunismo (PAC) chegou a ser autorizada pelo STF no Brasil, mas Lula concedeu o indulto e refúgio ao criminoso Cesare Battisti. Foi o último ato do mandato do petista para beneficiar o terrorista que era defendido pelo então advogado Luis Roberto Barroso, atualmente ministro na corte.


Na ocasião, o decreto de Lula beneficiando o terrorista assassino, que se encontrava foragido da Justiça italiana, que o condenou por duas vezes à pena de prisão perpétua, foi mantido pelo STF por ter sido praticado “sob a competência privativa do Presidente da República”.


Essa imprensa que chama Battisti de "EX-TERRORISTA" é a mesma que chama Allan Dos Santos de blogueiro, mesmo sendo ele jornalista, professor, correspondente internacional com registro em dois órgãos internacional e dois órgãos brasileiros, Society of Professional Journalists, IAPP, MTBE/DF e Ordem dos Jornalistas do Brasil, respectivamente.


Como as pessoas receberam Allan dos Santos na motociata de Bolsonaro em Orlando, Flórida? Veja no vídeo abaixo: